FlexPai, da Royole Corporation

FlexPai, da empresa chinesa Royole Corporation, é o primeiro smartphone dobrável do mundo! Vendido apenas na China por US$1.300,00, não há previsão de lançamento em outros países. Roda somente o sistema Android 9.0 Pie.

FlexPai

Woven City (cidade entrelaçada)

A Toyota trouxe para a CES2020 seu projeto de cidade para o futuro. A cidade inteligente, apelidada de Woven City (cidade entrelaçada, na tradução literal), terá cerca de 70 hectares que fica ao pé do Monte Fuji. O projeto é do próprio Akio Toyoda, presidente e CEO global da Toyota.

A ideia é construir um “laboratório vivo” para testar as tecnologias autônomas da empresa. Para se locomoverem, os habitantes usarão o veículo autônomo da Toyota, o e-Pallet, lançado na CES de 2018. Ele também será usado para entregas e para carrinho de vendas, como food truck.

Adiantamos aqui o projeto desta cidade na conferência para a imprensa da Toyota, antes da abertura da feira.

Veja aqui o vídeo desta incrível cidade.

cidade entrelaçada

Mala Modobag

As malas são comuns e quem viaja precisa de uma, mas quem quer arrastá-la? O Modobag quer evitar que você arraste sua mala, fazendo-a arrastar você. Este meio de transporte se transforma em uma scooter totalmente operacional sob demanda.

A bateria é removível e considerada compatível com a viagem de avião.

Se você já desejou uma chance de dirigir em um aeroporto a 8 km por hora, agora pode. O Modobag deve viajar em cerca de 2 horas. Quanto? US$ 1.495,00

 

T9 da Robosen

Que tal ter um Transformer em casa? A Robosen trouxe para a CES2020 um protótipo do T9. Ele obedece ao comando de voz do dono, anda, corre, dança e faz o que mais puder ser programado através do aplicativo que o acompanha e custará US$ 499. Um ótimo presente para todas as idades!

Windows 7 ‘morre’ no dia 14 de janeiro ainda rodando em 26% da base global de PCs

Os computadores que ainda estiverem executando o Windows 7 quando este chegar ao fim da sua vida útil, em 14 de janeiro, correm um risco significativamente maior de sofrer ataques de ransomware, alerta a Veritas Technologies. Segundo especialistas, espera-se que 26% dos PCs ainda estejam executando o software da Microsoft após o término do suporte.

A vulnerabilidade à ransomware de PCs que executam software sem suporte foi demonstrada pelo vírus WannaCry em 2017. Apesar dos computadores suportados receberem correções contra cryptoworm, a Europol estima que 200 mil dispositivos em 150 países, executando um software mais antigo e sem suporte, foram infectados pelo WannaCry. E, embora apenas US$ 130 mil tenham sido pagos em resgate, entende-se que o impacto nos negócios chegou a bilhões de dólares devido à perda de produtividade e de dados, além de hardwares corrompidos.

“O WannaCry foi um exemplo claro dos perigos que as empresas podem enfrentar quando estão usando um software que chegou ao fim da vida útil. É vital que as organizações que dependem do Windows 7 estejam cientes dos riscos e do que precisam para mitigá-los. Esse tipo de ataque de ransomware tende a ter um efeito desproporcional nas organizações que podem pagar menos por resgate, tanto que vimos ataques de alto nível a órgãos do setor público”, adverte o gerente de engenharia de sistemas da Veritas, Marcos Tadeu.

A Microsoft encerrou o suporte principal do Windows 7 em 2015, dando aos usuários cinco anos para se prepararem para o fim da vida útil do software. As empresas que ainda executam o Windows 7 precisam se preparar para evitar o impacto que a vulnerabilidade a ransomware pode ter. E, para ajudá-las a superar esse desafio, a Veritas preparou cinco dicas:

• Eduque os colaboradores – o maior risco é com relação a dados salvos pelos funcionários em locais desprotegidos. Certifique-se de que os usuários estão seguindo as práticas recomendadas, de modo que os dados estejam protegidos, e considere executar uma simulação. Salvar dados valiosos em servidores centralizados, data centers ou na nuvem pode ajudar a reduzir os riscos.

• Avalie o risco compreendendo seus dados – para as empresas, as soluções de insight software podem ajudar a identificar onde estão os principais dados e garantir que eles estejam em conformidade com as políticas da organização e os regulamentos do setor. Isso é fundamental não apenas para identificar os desafios, mas também para priorizar o processo de recuperação.

• Considere uma atualização de software – isso não será prático para grandes empresas no tempo disponível, mas poderá fazer parte de uma estratégia de longo prazo. Para as PMEs, a solução mais sensata pode ser simplesmente atualizar para um sistema operacional com suporte contínuo.

• Execute as correções enquanto você pode – de acordo com o Ponemon Institute, 60% dos entrevistados que sofreram violações de dados tinham à disposição uma correção para impedir essas violações. As empresas devem pelo menos garantir que estão o mais atualizadas possível. Os usuários também poderão comprar “ESUs” da Microsoft para acessar patches durante a migração para um software mais recente.

• Garanta que o backup dos dados seja feito – o ransomware depende da ideia de que pagar um resgate será a única e/ou mais barata maneira de recuperar o acesso aos dados, ainda que uma pesquisa mostre que menos da metade dos que pagam são capazes de recuperá-los de criminosos cibernéticos.

Convergência Digital

TV/Monitor de 120 polegadas Sharp

A Sharp trouxe uma TV/Monitor de 120 polegadas e resoluções 4K e 8K. E aí, tem espaço na sua sala?

TV/Monitor de 120 polegadas Sharp

TV/Monitor de 120 polegadas Sharp

ThinkPad X1 Fold

A Lenovo trouxe para a CES2020 um tablet que vira notebook com suporte a redes 5G. Confira o ThinkPad X1 Fold!

ThinkPad X1 Fold

Motocicletas com OneConnect da Panasonic

A Panasonic está conectando motociclistas aos modelos de motocicleta Harley-Davidson além do LiveWire. Em 2020, a Panasonic também conectará os modelos de motocicletas Harley-Davidson Touring 2020, equipados com o Serviço HD Connect, projetados para aprimorar a experiência da motocicleta, conectando motociclistas à sua motocicleta por meio de uma conexão celular à unidade de controle telemático (TCU) utilizando o OneConnect da Panasonic.

Os visitantes do estande nas CES2020 podem experimentar a emoção de uma demonstração real do LiveWire.

OneConnect da Panasonic

OneConnect da Panasonic

Geladeira Inteligente LG

A LG trouxe para a CES2020 esta geladeira inteligente, onde os alimentos colocados ou removidos da geladeira são rastreados e a inteligência artificial cria um inventário em tempo real.

Já a tecnologia InstaView da LG permite espiar dentro da geladeira sem abrir a porta através de um painel de vidro transparente que também funciona como uma tela para procurar receitas e assistir vídeos de culinária.

Novidade Samsung

Encontramos mais uma novidade da Samsung na CES2020. Confira!

novidade Samsung

novidade Samsung